instagram-new-flat-128x128   facebook-icon24x24  

 


.

Circuito Sul Mineiro de Corrida de Rua SESI – Regulamento Oficial 2017

Print Friendly, PDF & Email

I – DA PROVA


Art. 1 – O CIRCUITO SUL MINEIRO DE CORRIDA DE RUA SESI com apoio EPTV acontecerá em 06 municípios da região sul de Minas Gerais, sendo: Pouso Alegre, Itajubá, Varginha e Lavras, Santa Rita do Sapucaí e Jacutinga.

§ Único – Os locais, datas e horários das provas serão divulgados conforme as etapas forem sendo realizadas, acompanhando o evento “Sacode a Praça”.

Art. 2 – A prova terá a extensão de 5 km (cinco quilômetros).

Art. 3 – A prova terá duração máxima de 1h30min (uma hora e trinta minutos). A largada será às 08h00 horas.

Art. 4 – A prova será disputada em categoria única sendo a classificação separada por naipe (masculino e feminino).

Art. 5 – A idade mínima autorizada para participação na CORRIDA 5 km é de 18 anos completos.

Art. 6 – A inscrição no CIRCUITO SUL MINEIRO DE CORRIDA DE RUA SESI é pessoal e intransferível, não podendo qualquer pessoa ser substituída por outra, em qualquer situação. O participante que ceder seu número de peito para outra pessoa e não comunicar aos organizadores do evento formalmente por escrito será responsável por qualquer acidente ou dano que esta venha a sofrer, isentando o atendimento e qualquer responsabilidade da organização da prova, seus patrocinadores, apoiadores e órgãos públicos envolvidos na prova.

Art. 7 – As inscrições serão realizadas através da ficha de inscrição disponibilizada nos postos de inscrições nos municípios em que a corrida ocorrerá. Para a efetivação da inscrição o participante deverá entregar 1 Kg (um quilo) de alimento não perecível, exceto fubá e sal. Os alimentos arrecadados serão doados a instituições de caridade do município.

§1º - O atleta poderá participar de quantas etapas quiser.

§2º - O atleta que não resida e/ou trabalhe em empresa industrial nos municípios de cobertura da emissora EPTV Sul de Minas em Minas Gerais, bem como na área de abrangência da FIEMG Regional Sul poderá participar da prova, porém não fará jus a premiação.

§3º - Somente será permitida a participação de competidores que não residem nos municípios Sul Mineiro, se o mesmo for industriário e trabalhe na indústria que seja localizada nas respectivas cidades que acontecerão o Circuito. (Ex.: atleta mora em São Paulo, mas trabalha na empresa J. Macedo em Pouso Alegre).

Art. 8 – Para efeitos do Art. 7, É considerado industriário (trabalhador da indústria) exclusivamente o cidadão que está registrado por ela (indústria).

§1º Será considerada indústria a pessoa jurídica que possuir atividade industrial/agroindustrial conforme respectivo Código e Descrição da Atividade Econômica Principal (CNAE principal)

§2º Não é considerado trabalhador da indústria, trabalhadores do sistema “S”, incluindo SESI e SENAI e trabalhadores de empresas terceiras que prestam serviços à empresa industrial.

Art. 9 - As inscrições poderão ser encerradas, a critério da organização, caso seja atingido o limite técnico de 300 (trezentos) inscritos no evento.

 

II – DOS KITS E CHIP DE CRONOMETRAGEM

Art. 10 – O Kit do Atleta será composto por número de peito, alfinetes e o chip para cronometragem de tempo. A retirada deverá ser feita, mediante a apresentação do RG, nas datas, horários e locais divulgados pela organização.

Art. 11 – O atleta que não retirar o seu kit nas datas e horários estipulados pela organização perderá o direito ao kit.

Art. 12 – Não serão entregues kits fora do período determinado.

Art. 13 – A cada competidor será fornecido um número que deve ser usado visivelmente no peito, sem rasura ou alterações, durante toda a realização da prova, sendo passíveis de desclassificação os participantes que não cumprirem este artigo.

Art. 14 – No momento da retirada do kit do atleta, o responsável deverá conferir seus dados e o número de peito. O fornecimento do número de peito a outrem implicará na desclassificação do participante inscrito.

Art. 15 – Não serão aceitas reclamações cadastrais após a retirada do kit;

Art. 16 – Na prova de CORRIDA o uso do chip é obrigatório, podendo acarretar na desclassificação do atleta se observada a falta do seu uso.

§1º - É obrigatória a devolução do chip de cronometragem após a corrida. A não devolução do chip acarretará em uma multa de R$ 100,00.

 

III – DA PARTICIPAÇÃO

Art. 17 – Os atletas deverão estar no local de largada com pelo menos 30 minutos de antecedência quando serão dadas as instruções finais.

Art. 18 – É obrigação do participante da prova ter o conhecimento do percurso.

Art. 19 – Por se tratar de ruas de domínio público, os atletas deverão se atentar aos desníveis e obstáculos que podem existir ao longo do percurso. A organização não se responsabiliza por possíveis defeitos na pista do trajeto. Por conta disto, os órgãos oficiais responsáveis têm a informação das ruas que integram o evento com antecedência.

Art. 20 – É proibido pular a grade ou qualquer outro obstáculo separador para entrar na pista no momento da largada. O atleta deverá observar o trajeto, não sendo permitido qualquer meio auxiliar para alcançar qualquer tipo de vantagem. Não será permitido o acesso às áreas do evento utilizando-se de caminhos sem serem os sinalizados para tal situação, sendo proibido pular as grades ou cavaletes que delimitam estas áreas para entrar na pista em qualquer momento das provas. O descumprimento destas regras causará a desclassificação da atleta.

Art. 21 – A participação do(a) atleta na prova é estritamente individual sendo proibido o auxílio de terceiros, bem como, o uso de qualquer recurso tecnológico sem prévia autorização por escrito da Comissão Organizadora da prova.

Art. 22 – O acompanhamento dos (as) atletas por treinadores/assessoria, amigos, etc., com bicicleta e outros meios (pacing), resultarão na desclassificação do participante.

Art. 23 – No ato da inscrição, o participante aceita todos os termos do regulamento e assume total responsabilidade por sua participação no evento de acordo com o "TERMO DE RESPONSABILIDADE".

Art. 24 – Todos os atletas participantes deverão estar em dia com rigorosa avaliação médica para realização da prova, pois a organização não se responsabilizará pela saúde dos mesmos;

Art. 25 – O competidor é responsável pela decisão de participar da prova, avaliando sua condição física e seu desempenho e julgando por si só se deve ou não continuar ao longo da competição. Pode o diretor de prova, segundo recomendação do médico responsável pelo evento, excluir o participante a qualquer momento.


IV – DA PREMIAÇÃO

Art. 26 – Receberão o direito de participar na corrida EPTV Integração em Campinas Edição 2017, com as despesas de transporte dentro da área de cobertura da EPTV, seguindo o roteiro de cidades pré-estabelecidas pela mesma e hospedagem cobertas pela EPTV, os atletas conforme abaixo:

§    1º – Serão classificados o primeiro e segundo lugares dos naipes masculino e feminino das etapas de Pouso Alegre, Itajubá, Varginha e Lavras, Santa Rita do Sapucaí e Jacutinga.

§    2º – Caso um atleta seja classificado em mais de uma etapa, a premiação referente ao direito de participação na Corrida EPTV Integração 2017 será passada ao próximo classificado da etapa, atleta que ficar em segundo lugar na respectiva prova.

§    3º - Somente fará jus à premiação o atleta que resida ou trabalhe em empresa industrial nos municípios de cobertura da emissora EPTV Sul de Minas em Minas Gerais bem como da área de abrangência da FIEMG Regional Sul.

Art. 27 – Para efeito de classificação haverá apenas a divisão por naipe: masculino e feminino.

§ Único - Será concedida medalha de 1º ao 5º lugar aos vencedores da corrida nos naipes masculino e feminino independente da faixa etária.

Art. 28 – Conforme regulamento da CBAT será adotado o tempo bruto para a classificação final dos participantes.

Art. 29 – As premiações somente serão entregues após a divulgação do resultado oficial da prova.

Art. 30 – Os (as) atletas que fizerem jus à premiação deverão comparecer ao pódio, assim que a cerimônia de premiação for iniciada e a sua categoria for chamada. O (a) atleta que não comparecer ao pódio durante a cerimônia de premiação perderá o direito aos prêmios.

Art. 31 – Eventuais recursos deverão ser encaminhados ao Conselho Diretor da Prova até 30min após a divulgação do resultado.



V – GERAL

Art. 32 – Extravio de material ou prejuízo que porventura o atleta venha a sofrer durante o transcorrer do evento, não será de responsabilidade dos organizadores e patrocinadores da prova.

Art. 33 – Caso haja guarda volumes na etapa, o mesmo será desativado após 2 horas do inicio da prova. A partir deste horário, o SESI recolherá os pertences e após 7 dias, não havendo qualquer reclamação dos mesmos, esses serão doados a instituições de caridade da cidade. A organização não se responsabiliza por objetos deixados no guarda-volumes, portanto, não é aconselhável que sejam deixados objetos de valor.

Art. 34 – A segurança da prova receberá apoio dos órgãos competentes e haverá sinalização para a orientação dos participantes.

Art. 35 – CIRCUITO SUL MINEIRO DE CORRIDA DE RUA SESI acontecerá sob qualquer condição climática, podendo ser cancelada caso condições adversas coloquem em risco a integridade física dos participantes.

Art. 36 – Não será permitida a divulgação ou propaganda dentro da área de competição, exceto nos equipamentos esportivos utilizados pelos participantes durante a prova.


VI – FINAL

Art. 37 – Ao participar deste evento, o participante cede todos os direitos de utilização de suas imagens para finalidades legítimas.

Art. 38 – O Conselho Diretor da Prova, composto por 1 integrante da EPTV, 1 integrante da FIEMG Regional Sul e 1 integrante da Gerência de Esportes e Atividades Físicas Empresariais do SESI, reserva-se ao direito de rejeitar qualquer inscrição.

Art. 39 – Toda irregularidade ou atitude antidesportiva cometida pelo atleta será passível de desclassificação.

Art. 40 – Os casos omissos ao regulamento serão analisados e decididos pelo Conselho Diretor, que tem a decisão final.

Art. 41 – A organização se reserva ao direito de alterar o percurso a qualquer hora, se necessário for, visando melhorias na qualidade da prova.

Art. 42 – Ao participar deste evento, o inscrito concorda com todo e qualquer procedimento descrito neste regulamento.

 

INSCREVA-SE

 

subir

DESENVOLVEDOR